terça-feira, 25 de setembro de 2012

É só roubar ... o que já é seu


Me assuste com um beijo inesperado!

            Desliza sua mão sobre meus cabelos,
            sobre minha orelha
            e me rouba um beijo ! ...

rouba o beijo que já é seu ... há tempos ...

e não "me rouba",
só pegue o que sempre foi seu ...

É outro que tem roubado dos meus lábios beijos apaixonados
que há muito te esperam ...

... e a cada momento que não me toma em seus braços
o outro o faz !

Por mais que eu deseje estender minha mão
agora cabe a você.

Nos meus sonhos
tens perdido espaço.
me dói ver que seu rosto, devagar,
vai se misturando ao dele.
porque é ele quem vejo antes de dormir ...
e nos finais de semana ...
e nos momentos a dois ...

A mim,
resta a espera.
não adianta me inquietar.
Sou sua!
mas por quanto tempo?
E por que você não age?

            Basta um olhar.
            Um carinho.
            Um sorriso seu.
            Que eu já me entrego.

Mas não me faça esperar mais por esse beijo!

Não sei por quanto tempo isso vai durar.
Essa espera sem resultado.
Sem saber se é isso que você quer.

Me faz acreditar que "me quer"!
Porque eu .... te quero muito.



Agora
Um outro ocupa o seu lugar.
E se você não reclamar o que é seu ...
pode perder para sempre.

Me perder ... para sempre! 



segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Lugar qualquer


Tem hora
             que não é porque eu gosto disso,
      é porque eu gosto de você ...

... e já é o suficiente.